G-KZDPBHECNM
top of page
  • Foto do escritorMaria Tosin

O Assassino: Netflix brilha com filme de David Fincher


O aclamado diretor David Fincher, a mente por trás de filmes que marcaram época como Clube da Luta, Se7en: Os Sete Crimes Capitais e Garota Exemplar acaba de ter seu filme O Assassino lançado pela Netflix. Confira a seguir o que achamos desse lançamento.


O enredo

O filme acompanha um assassino que depois de cometer um erro, ao invés de matar uma pessoa d forma silenciosa, acaba atirando de maneira errada, ele então começa uma fuga e uma caçada atrás de seus clientes, que machucaram pessoas próximas a ele por conta do erro cometido. O filme é baseado no livro de mesmo nome de Alexis Nolent e traz um retrato detalhado do que se passa na mente de um assassino de aluguel, o foco é no desenvolvimento do personagem e seus pensamentos, algo que David Fincher faz de forma brilhante.


O roteiro

Fincher é conhecido por seu perfeccionismo e meticulosidade técnica, bem como por suas narrativas complexas e muitas vezes sombrias, o filme todo gira em torno do desenvolvimento do personagem, o objetivo é colocar as pessoas dentro dos pensamentos do assassino. Os outros personagens são completamente secundários, o filme te deixa com a sensação de que ao final você já conhecia o assassino há muitos anos. Há a repetição de muitas frases que se tornam um mantra do assassino, como é o caso da frase “não tenha empatia, empatia é vulnerabilidade, vulnerabilidade é fraqueza”.

O que me chamou a atenção foi a grande quantidade de marcas que aparecem durante um filme, Starbucks, Amazon, Visa, Asus, foram só algumas das marcas que receberam destaque, mas que foram inseridas da melhor forma. As cenas de luta e assassinato são incrivelmente bem feitas e calculadas, o que dá ao filme ainda mais qualidade. Algumas pessoas com certeza esperavam mais cenas de ação no longa e podem achar o filme muito lento, é bom lembrar que não há um clímax, ele mantém o mesmo tom praticamente o filme todo, pois o diretor quer te fazer mergulhar na psique do assassino.


O elenco

Como eu citei anteriormente, o foco é no assassino, interpretado por Michael Fassbender, que consegue passar toda a frieza e calculismo que um assassino deveria ter. O personagem não possui muitas falas, isso porque a maioria de seus diálogos acontecem em sua cabeça, o que deixa o assassino ainda mais misterioso. O que fez os brasileiros prestarem atenção no lançamento é o fato de Sophie Charlotte fazer parte do elenco, mas infelizmente ela não possui nenhum destaque na trama, aparecendo apenas no início e no final do filme.

Depois de muitos lançamentos fracos e pouco trabalhados se tratando de filmes originais, O Assassino dá um novo respiro para a Netflix que com certeza vai sentir a diferença que um bom diretor faz em uma produção, mas fica a dúvida se o público do streaming está preparado para absorver uma produção de David Fincher.


Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page