G-KZDPBHECNM
top of page
  • Foto do escritorEquipe Pippoca

Os maiores esnobados da história do Oscar

Se tem uma coisa que a indústria cinematográfica tem de sobra é polêmica e, se tratando do Oscar, a lista está longe de ser pequena! Não só neste ano, como nos anteriores, a cada revelação dos indicados uma legião de fãs frustrados resgatam grandes produções esnobadas pela academia. Por isso, a equipe do Pippoca juntou várias delas para relembrar os queridinhos que não podiam ter ficado de fora! 


Melhor Atriz: Florence Pugh por Não se Preocupe, Querida

Os maiores esnobados da história do Oscar

Recheado de polêmicas, “Não se Preocupe, Querida” foi um prato cheio para a mídia. Ao contrário de muitos, gostamos do longa, mas o que fez o filme ganhar um mínimo destaque, visibilidade e fama, sem dúvidas, foi a atuação de Florence Pugh. Além de carregar a trama nas costas, dando um verdadeiro show de atuação, há quem diga que ela também dirigiu o filme enquanto a Olivia sumia no set com Harry Styles. Sem dúvidas, Pugh merecia, pelo menos, uma indicação.



Melhor Roteiro: Alan Ball por Tio Frank 

Os maiores esnobados da história do Oscar

A produção do Prime Video que narra a história de Frank, um homem que viveu durante toda a sua vida escondendo da família conservadora sua sexualidade e que agora pode ser quem sempre sonhou morando em Nova York. O filme marcou presença em diversas premiações nas categorias de melhor filme para televisão e roteiro original, mas foi esnobado pelo Oscar, não recebendo nenhuma indicação.


Melhor Ator Coadjuvante: Bill Murray por On The Rocks

Os maiores esnobados da história do Oscar

O filme de Sofia Coppola que narra a história de Laura, uma mulher que desconfia que seu marido está traindo, logo ela pede para seu pai feliz para descobrir a verdade, a produção leva você por uma aventura dos dois como espiões para descobrirem a verdade. Bill Murray interpretou Felix e merecia o reconhecimento do Oscar 2021, já que seu personagem é quem deu o brilho especial para a trama.



Melhor Atriz: Margot Robbie por Barbie

Os maiores esnobados da história do Oscar

A Barbie é uma das bonecas mais vendidas do mundo e seus filmes marcaram uma geração, ele elevou as expectativas ao retratar problemas reais do mundo. O filme contou com a participação de Ryan Gosling e Margot Robbie, dois atores que deram um show em cena e souberam usar o seu talento para trazer realismo e diversão. Margot Robbie conseguiu fazer Barbie ser além da boneca superficial para ser uma pessoa real, a atriz conseguiu fazer várias pessoas se emocionarem com a história e se identificarem. 


Melhor Ator Coadjuvante: Edward Norton por A Cartada Final

Os maiores esnobados da história do Oscar

Filme de 2001, A Cartada Final, traz nomes de muita envergadura em seu elenco: Robert De Niro, Marlon Brando, Edward Norton e Angela Bassett. Não bastasse o estrelado elenco, o longa conta com uma história envolvente e com muito suspense, mas, não saiamos do foco,  a atuação de Edward Norton merecia ao menos uma indicação para melhor ator coadjuvante, o ator interpretou de forma brilhante Jackie Teller, um ladrão muito perspicaz que se disfarça de trabalhador para aplicar um golpe brilhante.



Comments


bottom of page