• Maria Tosin

Os filmes blockbusters da Netflix: Bright, The Old Guard e Power

Primeiramente vamos explicar o que significa filme blockbuster: geralmente são filmes com grande apelo comercial e qualidade cinematográfica, criados para agradar o maior público possível e arrecadar uma boa bilheteria nos cinemas, geralmente são os filmes mais odiados pelos críticos de cinema, filmes de super-heróis são os campeões nesse quesito.


Observando a grande vantagem de criar um filme nesse estilo, a Netflix que não é boba nem nada, vem querendo emplacar um filme blockbuster desde 2017, com Bright, mas errou feio. Neste ano, a plataforma lançou mais duas grandes produções: The Old Guard e Power para serem os grandes blockbusters da plataforma, e parece que a estratégia deu certo.


Bright

Bright foi lançado em 2017, tendo em seu papel principal ninguém mais ninguém menos que Will Smith, os fãs já ficaram animados com a produção que misturava ação e ficção científica. O filme tinha tudo para dar certo, se o roteiro não tivesse escorregado e se perdido no meio da história. A produção ficou algumas semanas como sendo uma das mais assistidas, mas logo que as críticas começaram a sair a visualização despencou.


Durante uma hora o filme apresenta o mundo de fantasia, têm muita ação e efeitos especiais, mas a partir de um momento a história fica monótona e confusa, não possui ação suficiente para manter o telespectador assistindo. Com certeza a Netflix investiu muito dinheiro nesta produção, que conta até com trilha sonora exclusiva e uma série de videoclipes gravados com cenas do filme (a trilha sonora é muito boa, nem tudo no filme é ruim). O filme ainda está disponível na Netflix e você pode conferir.

The Old Guard

Com certeza a Netflix aprendeu com seus erros do passado e dessa vez decidiu ser menos ambiciosa ao lançar “The Old Guard”, com os pés no chão e focando em uma narrativa que já tinha conquistado muitas pessoas no passado, mais ou menos como fez com a série Stranger Things.


O filme lembra muito a produção “O Exterminador do Futuro”, mas claro, com muitas modificações e apostando no gênero de ação e fantasia novamente, além de colocar a musa Charlize Theron como personagem principal. Eu gostei bastante da produção e finalmente a Netflix conseguiu o que queria: emplacou o filme como um dos mais vistos em sua plataforma.


Power

Eu achei que o streaming iria parar por aí, mas não foi bem isso que aconteceu. De olho no Oscar do ano que vem que irá aceitar filmes lançados inicialmente no streaming, a Netflix lançou em um curto período de tempo mais um blockbuster, no qual ela apostou todas suas fichas, como já tinha feito com Bright, com direito a trailer divulgado na TV aberta. A produção ainda conta com um elenco de peso, que chamou a atenção de todos, além de incríveis efeitos visuais, o filme possui ação do início ao fim, trilha sonora incrível e aquela pitada de fantasia que os outros filmes também tinham. Devo confessar que Power me surpreendeu.


Quer escrever aqui? Envie um e-mail pra gente!

©2019 por pippoca.