• Arthur Ripka Barbosa

5 filmes em que a trilha sonora faz a diferença

Atualizado: Jul 11

Por muitas vezes em séries e filmes a música tem como propósito servir como um complemento da cena, dando à ela um sentido que somente as imagens por si dificilmente criaram. Um exemplo disso é a cena do assassinato no chuveiro em Psicose. A marcante trilha sonora que acelera e cresce auxilia na criação do clima de suspense da cena e faz o espectador entender o que está acontecendo. Outras produções vão além e usam a música com outras finalidades, seja como personagem da trama ou como elemento para sua evolução. Listamos a seguir alguns destes filmes, desconsiderando musicais porque a obviedade seria muito grande. La La Land e O Rei do Show não me deixam mentir.


1 - Nasce Uma Estrela (2018)

O aclamado filme dirigido e estrelado por Bradley Cooper conta a história da problemática relação amorosa de Jackson Maine (Cooper) e Ally (Lady Gaga). Nesse filme vemos através das músicas como a relação e os próprios personagens evoluem, refletindo no protagonismo que cada um possui ao longo da trama. Assim como filme foi bem recebido pela crítica, o que rendeu diversas indicações ao Oscar, a trilha sonora também foi, ganhando vários prêmios, como a própria estatueta da Academia por canção original com “Shallow”.


2 - Mesmo Se Nada Der Certo (2014)

Neste filme a música serve para criar os plots do filme, seja na trama principal do filme ou até mesmo nas tramas secundárias dos personagens. A história gira em torno de Gretta (Keira Knightley), uma inglesa que desistiu dos Estados Unidos após seu ex-namorado virar uma grande estrela da indústria musical, e Dan (Mark Ruffalo), um produtor musical decadente que necessita encontrar um novo talento para se manter em sua própria produtora. Ao ouvir Gretta tocar em um bar, Dan decide produzi-la independentemente após recusa da produtora e a partir disso é que toda a história acontece. A música “Lost Stars” foi indicada ao Oscar, mas perdeu para “Glory” de Selma.



3 - Guardiões da Galáxia Vol. 1 e Vol. 2 (2014/2017)

James Gunn, roteirista e diretor dos filmes, disse em diversas entrevistas que sempre pensa as cenas dos filmes com as músicas já incluídas e por isso trata elas como personagens. E de fato isso é bem notório. As coletâneas “Awesome Mix Vol. 1” e “Awesome Mix Vol. 2”, gravadas por Meredith Quill (Laura Haddock) para o seu filho Peter (Chris Pratt) acrescentam à trama um valor sentimental muito forte por representar essa ligação entre mãe e filho, mas vão além ao serem usadas como elemento para a trama avançar. Como não esquecer do uso de “O-O-H Child” no clímax do primeiro filme ou então de como Ego (Kurt Russell), pai de Peter, usa “Brandy” como metáfora de sua relação com Meredith. A recepção das trilhas foi tão boa, que ocupou a 1ª posição nas listas de vendas em diversos países.


4 - Scott Pilgrim Contra o Mundo (2010)

Embora não tenha um papel tão central como nos outros filmes, aqui a música também ajuda na evolução da trama mas também serve como uma alívio cômico, seja pelo trocadilho no nome da banda de Scott Pilgrim (Michael Cera), Sex Bob-omb, ou na relação disfuncional dos integrantes. Mas Edgar Wright e Michael Bacall, roteiristas do filme (Wright também foi o diretor), usaram a música para evoluir a trama principalmente quando ela é usada por Scott para derrotar alguns dos ex-namorados de sua pretendente, Ramona Flowers (Mary Elizabeth Winstead). Algumas curiosidades envolvendo a parte musical é que o Michael Cera e Brie Larson, respectivamente, sabem de fato tocar baixo e cantar e portanto não usaram dublês em suas cenas musicais.


5 - Baby Driver - Em Ritmo de Fuga (2017)

Diferentemente do que fez em Scott Pilgrim, Edgar Wright usa a música como um ponto importante para o filme. A primeira impressão que temos é que ela é usada como complemento nas cenas, mas logo percebemos que ela é uma característica do piloto de fuga e protagonista Baby (Ansel Elgort), e até mesmo descobrimos o porque ele está sempre ouvindo música ao final do filme. A trilha sonora, composta por músicas originais e outras já conhecidas pelo público, foi muito bem recebida, o que resultou em diversos prêmios.



Quer escrever aqui? Envie um e-mail pra gente!

©2019 por pippoca.