• Maria Tosin

Space Jam 2: nostalgia perfeita para os fãs


Finalmente a espera acabou e Space Jam: Um Novo Legado foi lançado no dia 15 de julho nos cinemas do Brasil e não na HBO Max como haviam anunciado, o que deixou os fãs um pouco revoltados. Sim, nós retornamos ao cinema para conferir essa estreia e agora vamos falar um pouco do filme sem dar spoilers, falaremos apenas o necessário.


Vamos recapitular o roteiro do primeiro filme, em Space Jam: O Jogo do Século, alienígenas querem que os Looney Tunes se tornem a atração principal de um parque de diversão, Pernalonga então propõe um jogo de basquete em troca de sua liberdade e a de seus amigos, o coelho convoca Michael Jordan para reforçar o time. O primeiro filme foi lançado em 1996, a qualidade não era das melhores, mas para a época o filme fez muito sucesso e arrecadou US$ 250 milhões em bilheteria mundial. Depois de 25 anos, a Warner Bros. resolveu reviver o clássico, mas agora escalou o jogador de basquete LeBron James para ser a estrela da produção.


O roteiro é realmente muito parecido com o primeiro filme, mas com algumas atualizações, que podem ter deixado o filme um pouco forçado, mas o que temos que levar em consideração são dois pontos. Primeiro, o filme foi produzido pensando em adultos e crianças assistindo, os adultos que em 1996 eram crianças e as crianças provavelmente são filhos desses adultos, acho que deu para entender.



O segundo ponto é que Space Jam: Um Novo Legado foi realmente feito para vender, lucrar com bilheteria e franquias de roupas, brinquedos, jogos, tudo o que for possível. Claramente a produção não foi feita pensando em ganhar o Oscar ou qualquer outra premiação. Então se você é um fã do primeiro filme e dos Looney Tunes, vale a pena assistir e viver um pouco da nostalgia que todos os personagens nos proporcionam, mas caso espere um rico roteiro e grandes atuações é melhor controlar suas expectativas.


Confira o trailer do filme logo abaixo:



Posts recentes

Ver tudo