G-KZDPBHECNM
top of page
  • Foto do escritorArthur Ripka Barbosa

"Ahsoka" é o presente e o futuro de Star Wars


Desde sua primeira aparição na animação “Clone Wars”, Ahsoka Tano, a padawan de Anakin Skywalker, ganhou a atenção dos fãs de Star Wars. Seja nessa animação, ou então na de Rebels, em que teve um protagonismo ainda maior, seu desenvolvimento a fixou de vez como uma das personagens favoritas e a sua ausência na trilogia sequela desenvolvida pela Disney decepcionou. Porém, Dave Filoni corrigiu isso e trouxe a versão live-action de sua criação na 2ª temporada de The Mandalorian, vivida por Rosario Dawson. Sua série individual foi anunciada, mas sua história já estava traçada desde o final de Rebels: a busca pelo Grande Almirante Thrawn, o herdeiro do Império. Confira a seguir o que achamos da série.


É uma continuação de Rebels

Não há o que mentir: Ahsoka é a 5ª temporada de Rebels. Todos os personagens principais da série animada estão presentes aqui: Ahsoka, obviamente, Sabine Wren (Natasha Liu Burdizzo), a aprendiz mandaloriana de Ahsoka, Hera Syndulla (Mary Elizabeth-Winstead), Jacen Syndulla (Evan Whitten) e os dorides Chopper e Huiyang (dublado por David Tennant). Suas histórias se reconectam quando Ahsoka ouve rumores de uma possível volta do Grande Almirante Thrawn (Lars Mikkelsen), que está desaparecido desde sua luta com o bokken jedi Ezra Bridges (Eman Esfandi), que ocorreu na temporada final de Rebels. Apesar de ser uma continuação, ela é uma série que é entendível mesmo sem ter visto a animação, já que a maioria das relações são explicadas ao longo dela.


É uma série que avança na mitologia

Mesmo sendo uma continuação com uma outra capa, Ahsoka é uma série que explora, aprofunda e avança na mitologia de Star Wars, o que é de se esperar de Dave Filoni, o sucessor de George Lucas. Esse aprofundamento ocorre, sobretudo, com a presença de Byalan Skull, brilhantemente vivido pelo falecido Ray Stevenson, e Shin Hati (Ivanna Sakhno), mestre e aprendiz do lado negro da força (mas não sith), que atuam como mercenários para Morgan Elsbeth (Diana Lee Inosato), uma bruxa aliada de Thrawn. O arco de Byalan acontece baseado num chamado de uma força capaz de acabar com aquilo que ele entende como ciclo vicioso na disputa entre jedi x sith e República x Império. Além disso, a série é a primeira que explora outras galáxias, quebrando um algo canônico desde que Star Wars foi inventado.


É uma série sobre mestres e aprendizes

Tudo isso apontado anteriormente acontece sobre um contexto: as relações entre mestres e aprendizes. Ahsoka tem que se reconectar com a sua aprendiz e retomar o treinamento que ela mesmo abdicou de dar, enquanto Sabine deve aprender a dar ouvidos a sua mestre, acreditando na sua capacidade de manipular a Força. Baylan ensina Shin como ser mais perspicaz, paciente e independente, principalmente quando percebe que suas missões não são as mesmas. E há ainda a própria relação de Ahsoka com seu mestre, Anakin (Hayden Christensen), que aparece para completar o treinamento de sua padawan, que ficou incompleta quando ela abandonou a Ordem Jedi e ele se torna o Darth Vader.


É muito atenta aos detalhes

É interessante perceber como todas as áreas da produção estão bem atentas aos detalhes. Os atores conseguem captar bem as particularidades e trejeitos já estabelecidos de seus personagens na animação, além, dos figurinos serem impecáveis quando comparados com a produção original. As cenas de lutas são muito bem coreografadas ao ponto de notar influências de diferentes tipos, como nas posturas mais cavaleirística de Byalan e nos gestuais de samurai de Ahsoka.


Cria o futuro de Star Wars

Já era sabido que os eventos de Ahsoka culminariam num filme que será dirigido por Dave Filoni e que unificará todo o universo criado por ele (The Mandalorian e O Livro de Bobba Fett). É nítido também que há uma tentativa das séries servirem como explicação para a mal falada nova trilogia, dando roupagem à clonagem de Palpatine, por exemplo, e este provavelmente explicará como Thrawn foi o responsável por criar a Primeira Ordem. Mas o final da temporada também deixou aberta uma possível história para a 2ª temporada de Ahsoka, principalmente com o final dado a Baylan Skoll.


Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page