• Arthur Ripka Barbosa

O que você deve ver no Disney+

Lançado há algum tempo nos Estados Unidos, Europa e outros países, finalmente temos uma data de lançamento do tão aguardado serviço de streaming da Disney: 17 de novembro de 2020. Ele reunirá produtos do próprio estúdio Disney, mas irá além ao contar com produções da Fox, Marvel, National Geographic, Pixar e LucasFilms. Venha conferir algumas das atrações que você deve ver após o lançamento.


Os filmes de live-action da Disney

Nos últimos anos a Disney tem investindo fortunas na adaptação de seus clássicos em live-action. Já tivemos dois filmes de Malévola no gênero, A Bela e a Fera, Mogli, Aladim e O Rei Leão - que ainda tá naquela polêmica se é live action ou uma animação realista. As críticas não são unânimes quanto à qualidade, ainda mais se comparados aos desenhos, mas suas magias ainda estão presentes. E vale destacar especialmente a adaptação de Mulan, que devido à pandemia do coronavírus, só chegará em formato digital e o lançamento do serviço pode ser o primeiro contato de muita gente com a nova versão.


As séries do Estúdio Marvel

A MArvel fez da San Diego Comic Con do ano passado a sua casa. Além de anunciar que Vingadores - Ultimato se tornou o filme de maior bilheteria da história, Kevin Feige anunciou todo a calendário da Fase 4 do MCU. Mas no meio de tantos filmes, o que chamou a atenção foram as presenças das séries que o estúdio irá produzir e que influenciarão e serão influenciados o universo, coisa que não aconteceu com Agents of SHIELD. E não foram poucas as séries anunciadas: Falcão e o Soldado Invernal, WandaVision, Loki, Hawkeye e What If?. Dessas, a mais interessante pareceu ser WandaVision, que terá influência direta em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, e What If?, animação que contará como seria o universo Marvel se as coisas tivessem acontecido de outro jeito.


O Mandaloriano

Embora de forma não muito legal, no sentido jurídico da palavra, a internet brasileira foi assolada pela fofura do Baby Yoda (um bebê da raça do Yoda e não o Yoda bebê) quando essa série do universo Star Wars foi lançada. Lançada semanalmente, a série acompanha a história do Mandaloriano (Pedro Pascal), um caçador de recompensas. A série foi muito bem recebida por trazer a tona uma parte do universo de Star Wars pouco explorada nos filmes e também por ela ser MUITO melhor que A Ascensão Skywalker, que foi lançado na mesma época. A expectativa fica que as demais séries de Star Wars que serão lançadas na plataforma, como Obi Wan por exemplo, tenham a mesma qualidade.


Quer escrever aqui? Envie um e-mail pra gente!

©2019 por pippoca.